Comissão entrega relatório sobre a Corsan

Publicado em 

 

Na última semana foi finalizado o relatório a partir da Comissão Temporária que foi criada na Câmara de Vereadores de Canela para investigar os reais fatos e uma posição quanto a empresa prestadora dos serviços em questão, que era a CORSAN. Fazem parte desta comissão, os vereadores Jonas Bohn Bernardo, Marcelo Savi, Jerônimo Terra Rolim e Carlos Oliveira.

Durante os meses que passaram e esta comissão esteve aberta, foram realizadas reuniões com representantes do município  e da empresa, além de visitar técnicas guiadas em diversas estações de tratamento, e outros locais de propriedade da CORSAN, para os vereadores entenderem a fundo os processos realizados e as possíveis melhoras que a cidade necessita neste quesito.

Recentemente, a empresa divulgou o número de 118 milhões de reais de investimento em Canela e Gramado nos próximos anos, visando assim melhorar todos os aspectos que ligam a Corsan a comunidade, como saneamento, água potável, esgoto, estações de tratamento, etc.

Para o vereador Jonas Bohn Bernardo, o serviço ainda tem muitas falhas: "Sobre o relatório da Corsan, no meu ponto de vista o serviço prestado é falho, tanto no tratamento de esgoto, até as estações que deveriam tratar a água mas são muito antigas ou inexistentes , e tem também o agravo da falta de investimentos nas ampliações das redes de água e esgoto. Só no primeiro semestre deste ano, a empresa  arrecadou quase 13 milhões de reais, portanto dinheiro tem para investimentos.  Falta também mais empenho da prefeitura em fiscalizar, apontar, notificar, enfim, tomar todas medidas cabíveis para cobrar e exigir um trabalho de excelência por parte da prestadora de serviços CORSAN para com nossa cidade", ressaltou o vereador.